Diferenças entre Empreendedorismo e Intraempreendedorismo

Muitas pessoas ainda estranham o termo “intraempreendedorismo” e o avaliam como sendo uma pequena variável do empreendedorismo tão abordado nas universidades, redes de negócios e na mídia.

Inicialmente, empreender significa criar novas ideias de negócios e produtos, facilitar o acesso e a entrega de produtos e serviços para o cliente, desenvolver novas plataformas de negócios e até mesmo de métodos e tecnologias aplicáveis no ambiente de negócio.

Enquanto que o intraempreendedor é o profissional que exerce todas essas tarefas, porém, ao invés de abrir o seu próprio negócio, ele se torna um empreendedor dentro da empresa para a qual ele trabalha.

A partir dessa explicação inicial conseguimos enxergar as diferenças básicas entre o empreendedor e o intraempreendedor, sempre ressaltando a qualidade de gerar ideias, projetos e consolidação de novos métodos de criação de ambientes de inovação e de geração de negócios.

​O que é intraempreendedorismo?

O intraempreendedorismo é praticado pelo colaborador ou funcionário de uma empresa que apresenta um perfil mais criativo, que incentiva mudanças e melhorias para o ambiente interno e externo da empresa para a qual ele trabalha.

Geralmente, o intraempreendedor é compreendido a partir de seu perfil comportamental, sendo um profissional que já atua dentro de uma empresa como empregado ou responsável por determinado setor, podendo ocupar diferentes cargos e profissões.

O que é empreendedorismo?

Geralmente, a maioria das pessoas pensam que o empreendedor é a pessoa que inicia um negócio, porém além da possibilidade de abrir uma empresa, o empreendedor também está focado em criar novas visões de mundo, criação de ideias inovadoras e explorar o seu comportamento criativo bem como de seus parceiros de negócio.

Empreendedor x Intraempreendedor

Quando falamos em empreendedorismo e intraempreendedorismo, devemos citar que a criatividade e a inovação são parte presente em ambos os casos de perfis.

O que muda é o campo de atuação, o empreendedor pode atuar em diferentes ambientes internos e externos de uma empresa que pode ser sua ou ter alguma relação de parceria, enquanto que o intraempreendedor gera ideias e projetos para os ambientes internos e externos da empresa para a qual ele trabalha.

Vale ressaltar que, em ambos os casos, a busca é gerar ideias que possam ser transformadas em um negócio, sendo o caso do intraempreendedor oferecer ideias inovadoras para um negócio, empresa ou produto que já existe ou precisa ser adaptado.

Benefícios para a sua empresa

Quando uma empresa percebe que possui um colaborador com perfil de intraempreendedor, ela deve valorizá-lo e gerar oportunidades para que ele desenvolva essa habilidade e entregue ainda mais valor para a organização.

É muito importante que as empresas tenham entre seus colaboradores profissionais criativos, inovadores e que possuam verdadeira paixão pelas atividades que desenvolvem e exercem.

Na maioria dos casos, as empresas sempre contarão com profissionais capazes de oferecer algo a mais para as organizações onde trabalham.

Conclusão

Neste artigo apresentamos as diferenças fundamentais entre empreendedorismo e intraempreendedorismo, que estão vinculados a conceitos e atividades similares, alterando somente o campo de atuação profissional e os ambientes que envolvem suas iniciativas.

Para saber mais sobre intraempreendedorismo, baixe nosso ebook gratuito:  Intraempreendedorismo: Desafios, Aprimoramentos e Vantagem Competitiva.

SIGA-NOS NO LINKEDIN

@deverhum-consulting

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: