5 Formas para Mensurar a motivação das equipes

Como mensurar a motivação das equipes? Devemos considerar que os mercados em diferentes segmentos estão cada vez mais competitivos o que gera a necessidade das empresas selecionar estratégias e alternativas para otimizar resultados e identificar melhores oportunidades.

O empreendedor e o gestor de uma empresa precisam motivar cada vez mais os seus colaboradores e parceiros de projetos como forma de garantir mais sucesso para a corporação.

No dia a dia do processo de uma empresa, os colaboradores são fundamentais para a produtividade e o alcance de melhores resultados, considerando as metas, planos e objetivos de cada projeto de produto e vendas.

As 5 maneiras de mensurar a motivação das equipes

Além de aplicar estratégias e iniciativas para manter os colaboradores motivados, a empresa pode monitorar os impactos das estratégias de motivação em seus ambientes de trabalho e de produtividade.

A seguir apresentamos as cinco principais formas de incentivar as equipes e, ao mesmo tempo, monitorar os resultados.

1 – Análise diária

Sabemos que os funcionários quando são bem motivados eles passam a produzir mais e melhor. Por outro lado, os gestores devem acompanhar os índices de resultados diários de determinado funcionário ou equipe de colaboradores para avaliar se as iniciativas estão gerando resultados positivos.

O monitoramento diário pode ser realizado considerando o percentual de elevação na qualidade e quantidade do trabalho realizado.

2 – Utilize o Net Promoter Score

A empresa também pode utilizar o NPS (Net Promoter Score), trata-se de uma métrica que começou a ser utilizada no ano de 2003, por Fred Reichheld, para acelerar a medição da satisfação dos clientes de determinada empresa.

O NPS envolve cálculos dentro de uma escala de 0 a 10 perguntando ao colaborador em qual nota ele indicaria a empresa para um amigo ou colega. Essa métrica considera a lealdade e a satisfação de seus clientes internos.

Porém, em grande parte dos casos, é importante que a pergunta seja respondida de maneira anônima para evitar constrangimento e para o funcionário se sentir mais à vontade para oferecer melhores respostas.

3 – Retenção de funcionários

Outra forma de medir a motivação e os seus resultados é por meio do monitoramento do percentual de retenção de talentos da empresa. Em certos casos, as altas taxas de pedidos de demissão na empresa e a constante rotatividade por indicar insatisfação por parte das equipes em permanecer trabalhando na empresa.

Em muitos segmentos de mercado, existem empresas que disputam os profissionais mais qualificados e mais talentos nas áreas de marketing, comunicação, estratégia de mercado, conteúdo, qualidade, desenvolvimento, tecnologia e entre outros.

4 – Oferta de benefícios

Para elevar a motivação, as empresas costumam oferecer benefícios para os seus colaboradores. Saber distribuir benefícios e bonificações é importante para incentivar as equipes de colaboração.

A empresa pode medir se a oferta de bônus tem aumentado os esforços de vendas e de produtividade no ambiente interno da empresa.

5 – Avaliação do clima organizacional

A empresa pode solicitar que os próprios funcionários descrevam e avaliem se o ambiente de trabalho da empresa é positivo para a permanência na empresa e quais sugestões gostariam de dar para melhorar a empresa.

Conclusão

Portanto, existem diferentes formas de monitorar os impactos positivos e negativos da motivação entre os funcionários e equipes de trabalho na corporação. Como todo processo gerencial, realizar medições frequentes dos níveis de engajamento e motivação dos colaboradores é fundamental para prover informações que irão embasar análises de tomadas de decisão estratégicas para a organização.

Leia também:

Treinamentos Online Valem a Pena?

Quando falamos em treinamentos online logo nos referimos ao crescimento de cursos online que estão em pleno crescimento, principalmente, em tempos de pandemia e de previsão de mercado pós-pandemia.

O principal benefício é permitir ganho de tempo, a possibilidade de estudar em qualquer lugar e de obter certificação de modo mais rápido. Por outro lado, existem fatores negativos, como a desconfiança em relação à credibilidade do certificado e do conteúdo aprendido.

O processo de treinar pessoas através de plataformas digitais pode ser bastante oportuno e vantajoso para empresas de diferentes segmentos, pois diferente do curso online, todo o conteúdo visa orientar equipes de trabalho para determinado projeto da corporação.

O treinamento on line e mais oportunidade para empresas

O período de pandemia do coronavírus intensificou o teletrabalho, a home office e o ato de estudar à distância.

Muitas empresas também reconheceram a oportunidade de treinar suas equipes através de plataformas de estudo e de distribuição de conhecimento digital.

Muito além de um simples e-book no formato digital, corporações e gestores de capital humano perceberam que é possível treinar a mão de obra de forma mais rápida e com baixo custo utilizando a internet e as plataformas digitais.

Benefícios dos treinamentos online

Inicialmente, o ato de treinar equipes remotamente gera positivos benefícios como:

  • Habitua o colaborador a trabalhar através de ambientes digitais e em processos remotos como teletrabalho e home office;
  • Reduz custos operacionais, reduzindo a necessidade de contratar escolas ou universidades para aplicar cursos profissionalizantes;
  • Não envolve a necessidade do funcionário e colaborador ter que sair de casa ou de seu posto de trabalho para estudar;
  • Reduz a necessidade de espaço físico dentro da empresa para aplicação de aulas de treinamento;
  • Inclui maior número de alunos dentro do mesmo ambiente digital sem contar com a limitação de uma sala de aula física;
  • Ganho de tempo com distribuição de material, conteúdo e processo de aprovação.

Comparação com os cursos a distância

Realizar uma faculdade ou curso profissionalizante a distância é uma realidade nos dias atuais. Porém, o processo de treinamento de uma empresa é mais específico para determinadas funções de trabalho e de desenvolvimento.

O curso online de curta duração muito encontrado em plataformas digitais possuem qualidade, mas dependem mais da autoridade do produtor do conteúdo.

O curso online existente em diferentes plataformas também oferece a comodidade de estudar em casa e no tempo livre, porém não oferece o mesmo foco do treinamento oferecido pela empresa, que muitas vezes são personalizados à demanda do contratante.

Conheça os Treinamentos On Demand Deverhum: treinamentos corporativos personalizados para a necessidade de cada negócio.

Não acredite somente no certificado

Existem empresas que oferecem treinamento específico e oferecem o certificado para o seu colaborador antes dele executar as principais funções.

Por outro lado, não é todo o tipo de treinamento que, obrigatoriamente, emite certificado, contando apenas como horas de contribuição ou de trabalho para o próprio funcionário.

Devemos lembrar que, no mercado digital em geral, existem cursos online que não são treinamentos e não são cursos profissionalizantes e, mesmo assim, oferecem certificado gratuito ou garantido.

Dependendo do tipo do curso contratado não é aconselhável acreditar somente no certificado, mas no conteúdo e na experiência.

Existem empresas que oferecem treinamentos mais realistas e focados nas experiências de mercado, incluindo pesquisas e perspectivas de cenários de investimentos, que nem mesmo as universidades incrementam em seus cursos.

Por outro lado, o treinamento de uma empresa por ser mais específico a uma função mercadológica não substitui a formação complexa de um curso acadêmico ou profissionalizante.

Portanto, dependendo dos objetivos da empresa, além da formação convencional, é importante que a organização e seus colaboradores acreditem no treinamento online e no desenvolvimento de conhecimento.