Transporte de produto frágil: 5 principais erros

Quando falamos em produto frágil, devemos sempre pensar na segurança, integridade física e qualidade desde a sua produção até a entrega ao consumidor final.

E não estamos falando somente de produtos eletrônicos, mas também de peças de vidro, louça, porcelana e até de cargas compostas de bebidas.

Geralmente, a empresa que produz ou que revende sempre busca por transportadoras que possam manusear esses tipos de produtos com segurança e garantia de entrega.

Em tempos de grande concorrência, é importante a empresa evitar perder clientes, gerar valor no processo de entrega e poder sempre evitar qualquer tipo de perda ou prejuízos.

O Produto frágil

Geralmente, esse tipo de produto se refere à natureza de produtos que podem ser quebrados, rachados ou ter suas partes danificadas, podendo abranger peças ou produtos inteiros feitos de cerâmica, vidro, aparelhos ou dispositivos eletrônicos.

A seguir apresentamos as cinco principais falhas que podem comprometer o transporte desse tipo de produto.

1 – Uso de embalagens inadequadas

Geralmente, a utilização de embalagens incorretas podem expor o produto a danos e acidentes. O uso de embalagens pequenas demais, rasgadas ou que não aguentam o peso do produto podem ainda prejudicar a identificação do produto.

Geralmente, é indicado que as embalagens dedicadas à carga sensível sejam mais firmes que as demais.

2 – Colocar a carga frágil sob a demais

Colocar a carga mais frágil por baixo de outras mais resistentes ou pesadas é outro grande erro.

Em muitos casos, muitos incidentes ocorrem pela sobrecarga sofrida pela carga frágil pela disposição e arrumação indevida no ponto de armazenamento ou no meio de transporte.

3 – Erros na identificação de embalagens

A ausência da palavra “frágil” prejudica bastante o processo de identificação, principalmente na parte externa de caixas, pacotes e papéis de embrulho.

Esse tipo de identificação é primordial para orientar o processo de transporte e planejamento logístico.

4 – Imobilização

Outro erro em relação ao produto frágil é não imobilizar os volumes dentro das embalagens, bem como no ambiente externo existente no caminhão e em outros modais de transporte com uso adequado de paletes, cordas, calços e amarras de segurança.

5 – Acesso a umidade

Permitir que esse tipo de produto fique exposto à umidade é outro tipo de erro que pode prejudicar a disposição do produto. A boa solução é proteger todos os produtos e pacotes contra a ação da umidade, bem como a alteração abrupta de temperatura.

Saber se haverá alterações de temperatura é importante, tanto no ponto de partida quanto no ponto de chegada.

Conclusão

Neste artigo apresentamos os cinco maiores erros cometidos no processo de transporte e projeto logístico dedicado ao produto frágil, sendo importantíssimo prever riscos, rever planejamento, eleger o melhor modal de transporte mais indicado e pensar em embalagens e contenções de proteção mais adequadas para cada tipo de produto.

SIGA-NOS NO LINKEDIN

@deverhum-consulting

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: