7 dicas para otimizar a gestão de transporte da sua empresa

Todo gestor de empresas que lida com gestão de transportes e distribuição logística precisa ter a certeza de que as mercadorias vendidas correspondem aos pedidos realizados da maneira adequada.

Além disso, também deve assegurar que os produtos serão transportados obedecendo todas as normas preventivas e chegando ao destino dentro dos prazos e qualidades corretos.

Qualquer falha neste processo pode contribuir com a repercussão negativa da imagem da empresa, insatisfação dos clientes, frustrações da equipe de trabalho e comprometimento da saúde financeira do negócio.

Por isso, selecionamos neste artigo algumas dicas voltadas a otimizar a gestão de transportes, para que seja possível aperfeiçoar ao máximo esta área do seu negócio. Leia este post e saiba o que fazer.

1 - Planeje seu sistema de gestão de transporte

Tudo começa pelo planejamento. É conveniente definir suas estratégias de entrega: como vai ser feita a distribuição, onde serão feitas as cargas e descargas, qual o modal de traslado. Isso permite ter uma visão prevenida e precisa do que será menos custoso e mais eficiente, desde os caminhos a seguir até o destino final.

Portanto, se já existir padrões e processos preparados na empresa, será mais fácil dar prosseguimento aos serviços quando há mudanças nos recursos humanos e exigência de rapidez decisória, evitando transtornos.

2 – Invista em Treinamento de Equipe

O desempenho de um coordenador operacional é crucial para o sucesso da empresa. Porém, ele nunca age sozinho e precisa de uma equipe preparada. Ou seja, é fundamental investir em treinamento para capacitar os funcionários, de modo a mostrar a eles as melhores técnicas e, com isso, otimizar a operação.

Assim, antes de cada viagem, os motoristas devem fazer um checklist nos veículos e solicitar o reparo caso algum problema seja identificado. Isso garante maior segurança da gestão de transporte de cargas. A incidência de sinistros é reduzida e protege-se a integridade dos profissionais e das mercadorias transportadas.

Muitos veículos têm tecnologias que são subutilizadas pelos motoristas, mas que podem ajudar a identificar falhas ou orientar a melhor forma de atingir uma performance mais eficiente. Por isso, apresentar essas inovações, a sua importância e como utilizá-las, certamente gerará bons resultados.

Além desses fatores, um treinamento que não pode deixar de ser realizado de forma regular é o de segurança. Afinal, o capital humano da empresa é muito mais importante do que todas as máquinas e sistemas utilizados. Realize os diálogos diários de segurança e compartilhe as melhores práticas e as situações potencialmente perigosas.

É crucial saber dialogar com a equipe nos treinamentos e sempre estar preparado para responder dúvidas. Assim, você pode preparar os colaboradores para dar o melhor atendimento possível aos clientes. Lembre-se de que a tendência é que seus funcionários cuidem tão bem dos seus clientes quanto você cuida deles.

A Deverhum Consulting desenvolve treinamentos para gestores e equipes de logística adequados para cada tido de negócio. Clique aqui para solicitar mais informações.

3 - Conheça melhor sua transportadora

O gestor deve conhecer profundamente os pontos fortes e as possíveis fraquezas de sua equipe e infraestrutura.

Isso vai lhe dar embasamento para posicionar seu empreendimento diante da concorrência e da sua área de atuação, para que fortaleça seus diferenciais e vantagens, bem como entenda o que pode orimizar para oferecer melhores serviços, conquistar mais os clientes, e fidelizar os atuais.

4 – Implemente ou aperfeiçoe sistemas de controle

O avanço da tecnologia oferece cada vez mais auxílio na gestão de transporte: é possível monitorar os carros à distância e colher relatórios sobre o desempenho da viagem. Assim também é possível manter a conversação em tempo real com os motoristas. Esta é uma garantia a mais para cumprir bem os prazos, dentro do tempo previsto e driblando os sinistros que poderiam ocorrer.

5 - Clientes diferenciadas precisam de tratamentos diferenciados

Você tem clientes que compram com frequência e muito mais do que outros? É inevitável nestes casos a necessidade de oferecer um tratamento personalizado.

Estabeleça um bom contato com eles, crie parcerias e ofereça certas facilidades para otimizar as operações de traslado para tais localidades. Do mesmo modo é válido que essa parcela de clientes tenha um estoque em separado, além do modo de distribuição e entrega mais rápidos.

6 - Antecipe as demandas

Se a empresa contar com planejamentos prévios de seus processos logísticos, é claro que não haverá tantos riscos de atrasar as entregas para os clientes, nem de não ter os produtos mais buscados no período para oferecer ao seu público consumidor. Contundo, a adequada gestão de estoque também passa pela análise de cenários e dos históricos de venda anteriores, a fim de se chegar a uma previsão aproximada das sazonalidades de mercado e demandas futuras.

Dessa forma quanto mais dados o gestor tiver e se dispuser a analisar, mais aproximada será a sua base para tomar as melhores decisões.

7 - Escute o feedback dos clientes

Os principais objetivos de uma empresa de logística, de modo geral, estão relacionados à entrega de pedidos com segurança, qualidade e dentro dos prazos.

É muito importante escutar o que os clientes têm a dizer após cada serviço realizado. Quando o feedback for positivo, mantenha a estratégia e encontre pontos a aprimorar. Se for negativo, não desanime e aproveite para aprender com os erros, veja como é possível melhorar o atendimento e instrua melhor a sua equipe a respeito.

Naturalmente, a maior parte dos seus clientes só entrarão em contato para reclamar, principalmente nas situações mais críticas. Por isso, é importante agir de forma proativa e criar uma agenda para ligar, visitar ou até acompanhar a operação de parceiros estratégicos.

Lembre-se de que um cliente satisfeito pode indicar sua empresa, mas um insatisfeito pode falar mal do seu trabalho e fechar muitas portas. Ficar atento ao que o mercado tem a dizer, portanto, é fundamental, e é um dos pilares de uma boa gestão de transporte de cargas.

O que você tem feito para cuidar de sua gestão de transporte? Você acha que tal área está deficitária em seu negócio? O quanto essas dicas poderão ajudá-lo? Deixe seus comentários!

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: