Quando ter um Centro de Distribuição Próprio?

O centro de distribuição (CD) pode ser próprio, alugado ou terceirizado dependendo da estrutura, demanda e condições financeiras de uma empresa.

Geralmente, num positivo planejamento de negócio, é importante que o local de concentração de bens e suprimentos a serem gerenciados estejam bem localizados para gerar ótimo desempenho para a cadeia logística.

Neste artigo falaremos mais sobre os conceitos e aplicações desse tipo de estrutura para os esforços da cadeia de suprimentos e de distribuição de uma empresa.

O que é Centro de Distribuição (CD)?

Refere-se, na prática, a um local cujo espaço deve ser utilizado para o armazenamento de mercadorias, seja para o processo de recebimento ou envio de produtos.

Ele é fundamental para todo tipo de recebimento e envio de mercadorias. E estamos falando de diferentes segmentos e tipos de produtos.

Imagine, por exemplo, o centro de empresas como Amazon, Americanas, Casas Bahia, Magazine Luiza ou até mesmo de estoques de matérias-primas da GM e Intel.

Mesmo em caso de empresas menores, é importante lembrar que esses locais de armazenamento, estoque, recebimento e envio exigem um processo de organização de dados e informações referentes a diferentes tipos de produtos, incluindo codificação e automação.

Objetivos

Dentre os principais objetivos do CD, ele deve ser de propriedade própria quando a empresa possui uma grande demanda de consumo e de organização de produtos e grande quantidade de produtos a serem armazenados com grande fluxo de movimentação de bens.

Porém, a expansão ou criação de novos CD pode ainda envolver a locação de terrenos e de outros centros já previamente existentes para acelerar o processo de organização, até a empresa construir novos centros próprios.

Funcionalidades

Dentre as principais funcionalidades podemos destacar a de gerar um melhor processo de gestão financeira, de controle de estoque de planejamento de fluxo de produtos.

Por outro lado, também proporciona construir uma melhor experiência para o cliente e para as empresas parceiras (fornecedores, transportadoras, empresas de limpeza, etc.)

Projeto

É importante que o CD compreenda os demais projetos logísticos da empresa como, por exemplo, o tipo de modal de transporte que a empresa utiliza, mantendo o centro próximo de rodovias, linhas ferroviárias, portos aquaviários ou marítimos, e proximidade até mesmo com áreas de dutos e aeroportos.

A localização do CD e sua proximidade com os modais podem ajudar a reduzir custos e simplificar processos.

Benefícios para a organização

Indicamos, dentre os principais benefícios, que a criação e manutenção de um ou mais CD pode ajuda na organização dos processos logísticos, facilitando o controle de estoque na distribuição e atividades afins da empresa.

Principais atividades

Ao utilizar o CD, a empresa terá mais facilidade para executar atividades relacionadas à armazenagem, transporte e entrega como o envio e recebimento das mercadorias, à conferência, movimentação para armazenagem, guarda, separação dos pedidos, embalagem e transporte identificado.

Portanto, o centro de distribuição é um ponto estratégico para a empresa, podendo ser alugado, compartilhado ou ser de propriedade da própria empresa dependendo das necessidades e possibilidades da corporação.

Leia também:

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: