Logística Interna x Logística Externa

Podem surgir algumas dúvidas em relação à logística interna e a logística externa no desenvolvimento de processos de uma empresa. Inicialmente, o projeto logístico abrange diversas etapas, desde a seleção e transporte de insumos, processos produtivos, modais de transporte, pontos de armazenamento e de venda para o consumidor final.

Está envolvido com o constante fluxo de materiais essenciais para atender aos trabalhos de toda a organização, seja no ambiente interno e externo da corporação.

De todo o modo, o fator logístico sempre terá grande relevância para o planejamento estratégico de uma empresa indo muito além das atividades de transporte ou distribuição.

O que é logística interna?

Estamos falando de uma área de conhecimento prático que lida com o fluxo de movimentação de materiais, equipamentos e todo tipo de insumo a ser alocado, transportado e disponibilizado no ambiente interno de uma mesma empresa, corporação privada ou instituição pública.

Também conta com diferentes processos como a armazenamento, controle de estoque, sistemas de automação e estocagem, manuseio de materiais, equipamentos e uso de tecnologia da informação.

Por exemplo, se a filial da empresa está sem material para dar continuidade à produção, ela pode solicitar o material necessário à matriz que logo será responsável por agilizar os trâmites e procedimentos para agilizar a entrega. Assim, temos o trabalho logístico interno efetuado entre empresas e filiais pertencentes à mesma corporação.

Em sua aplicação é um conjunto logístico que atua para regular os fluxos de materiais buscando garantir a disponibilidade de materiais e produtos no lugar certo e no momento certo.

Na prática, o responsável pela logística interna precisa avaliar a falta ou causa do problema e logo compartilhar com a direção local para repassar o pedido para o setor da empresa responsável.

A logística externa

Na visão prática, a atividade de trabalho logístico em ambiente externo está ligada ao trabalho tradicional da logística que atua por avaliar o transporte da carga da matéria-prima, cronograma da produção, prazo para retirada, processo de entrega, armazenagem, distribuição e venda em ambiente externo variável até o ponto de consumo.

A importância dos dois processos

Quando a empresa não possui projeto logístico interno bem planejado, poderá sofrer com atrasos e inabilidades para responder às diferentes demandas.

Outro fator é gerar problemas no fluxo de produção, pois sem a movimentação necessária dos materiais indispensáveis para a produção, teremos a inviabilização da produção e, posteriormente, da distribuição física dos produtos.

Dessa forma, compreendemos a importância de um planejamento logístico interno interligado a uma boa gestão que enxergue o pleno desenvolvimento de estratégias da empresa e de seu mercado.

Benefícios da logística

Ao fortalecer a logística no ambiente interno da empresa, a corporação alcança grandes benefícios e vantagens competitivas como a redução de custos, elevação da qualidade na produção, elevação no nível do produto a ser oferecido ao cliente além de:

  • Gerar melhor movimentação de matérias de forma adequada;
  • Redução de estoques;
  • Redução de custos;
  • Redução de manutenção;
  • Aproveitamento da mão de obra;
  • Otimização da cadeia produtiva.

Portanto, ambas as modalidades de planejamento logístico são fundamentais para os planos estratégicos de uma empresa, com grande impacto para os resultados e geração de lucro futuro.

Leia também: O que você sabe sobre Intralogística?

Assine nosso blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: