Logística Inbound e Outbound: entenda a diferença!

Nas empresas de diferentes áreas de atuação, a área da logística inbound e outbound tornaram-se cada vez mais estratégicas para os processos de tomada de decisão da empresa.

A aplicação desses dois tipos de planejamento estratégico ajuda a agregar valor para produtos, serviços e processo de atendimento ao cliente na construção de um diferencial no mercado consumidor favorável para a empresa.

Na prática, é importante que todo o processo seja coordenado e focado no decorrer da cadeia de suprimentos (Supply Chain). Neste artigo, você compreenderá quais são as características de cada um destes processos.

As principais diferenças da logística inbound e outbound

No planejamento inbound o processo de gestão dos prazos considera a cidade do fornecedor como principal ponto de partida e a porta da empresa como o ponto de chegada.

Enquanto isso, no planejamento outbound o ponto de partida é a fábrica e o ponto de chegada é o cliente.

Porém, na prática, entre a aplicação dos dois processos podem acontecer pausas, paradas e outros fatores de tempo sobre as mercadorias.

Quando existe equipamentos e pontos de apoio, por exemplo, isso pode impactar em todo o projeto logístico e nos processos de entrega e planejamento, incluindo os procedimentos de revisão do projeto.

Os custos

Entre ambos podem ocorrer diferenciação nos custos totais de cada tipo de processo, sabemos que a aplicação de variadas estratégias podem influenciar bastante no custo para a empresa e para o consumidor final.

No processo outbound, quando abordamos sobre a armazenagem simples o processo de uso de centros de distribuição compartilhados em regiões estratégicas é uma forma eficiente de reduzir gastos e melhorar a qualidade dos serviços.

No processo inbound, reduzir custos desnecessários torna-se uma ordem fundamental nos setores de almoxarifado e compras, buscando também reduzir atrasos na entrega ou entregas antecipadas de fornecedores sem aviso prévio.

Cada tipo de processo

Cada perfil de planejamento pode apresentar processos específicos de cada etapa que podem ser considerados. No outbound, a organização precisará considerar a gestão de tempo e gastos para a coleta de produtos devolvidos gerados por troca ou defeito.

Por outro lado, o inbound se dedica de forma direcionada aos indicadores de abastecimento de matéria prima e distribuição interna buscando evitar atrasos, perdas estoques defasados ou superlotados.

O que é logística inbound?

Como explicamos anteriormente, neste processo temos o início dos trabalhos nos fornecedores até a porta da fábrica com logísticas bem definidas para locomoção, recebimento e descarga de matéria-prima.

O que é logística outbound?

Nesse processo, após a entrada de material, processo de linha de produção e embalagem temos o fator da entrega que visa melhorar o caminho entre a empresa e o cliente final.

Portanto, vale ressaltar que os dois tipos de projetos logísticos são importantes e podem ser aplicados em conjunto no processo de gestão logística.

O principal objetivo é reduzir prazos, custos, riscos e elevar a qualidade para o cliente final.

Para continuar recebendo nossos conteúdos, assine nossa newsletter.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: