Inventário de Estoques: 4 Erros Comuns

O inventário de estoques é uma das principais etapas mais essenciais para o reforço de ações logísticas e dedicadas para a estratégia de vendas de uma empresa e negócio.

Diferentes tipos de empresas erram ao deixar essa etapa de lado ou por último, gerando ambiente para ocorrência de erros graves causados pela falta de planejamento, desenvolvimento, organização e contratação de profissionais capacitados.

Neste artigo vamos apresentar os quatro principais erros que as empresas precisam evitar em relação a esse tema.

O inventário de estoques

A empresa precisa saber de fato a quantidade de cada produto que possui em seus pontos de armazenamento, visando sempre identificar os seus bens e capacidade de atendimento ao mercado consumidor.

A empresa precisa realizar esse tipo de levantamento de forma profissional, seja no dia a dia ou na realização de auditorias para criação de documentos robustos a respeito de produtos e capacidade de resposta da empresa perante a demanda do mercado.

Os erros a serem evitados

A seguir apresentamos os principais erros que precisam ser evitados na gestão de produtos e mercadorias da empresa.

1 – Etiqueta errada

Em determinados casos, a escolha errada de etiqueta ou plaqueta de identificação pode comprometer o processo de organização da empresa.

De todo modo, as etiquetas ou placas devem ser elaboradas com diferentes tipos de materiais que possam ser utilizadas em diferentes locais de guarda de bens e produtos.

É importante que as etiquetas sejam confeccionadas com materiais que sejam resistentes ao calor, à umidade e até mesmo ao material de limpeza. Quando a etiqueta é confeccionada ou impressa com o suporte errado, pode ocorrer a dificuldade para a fixação da placa.

Todos os produtos estocados precisam ser identificados corretamente por meio de placas numeradas em sequência evitando a duplicação. As empresas, geralmente, utilizam placas com códigos de barras, tecnologia RFID e outros métodos para aprimorar a identificação.

2 – Orientação do emplacamento

Muitas vezes, o emplacamento das placas compromete não somente a identificação, mas também todo o processo de retirada e reposição das mercadorias.

​É fundamental que haja padronização na região onde a placa será colada ou fixada para evitar erros de identificação e retrabalhos desnecessários. Colocar a etiqueta no local errado pode gerar perda de tempo precioso no processo de identificação.

3 – Padrão de organização

O estoque precisa seguir um padrão na sua organização, sabendo selecionar as estantes, áreas e locais para armazenamento de determinados tipos de mercadorias por peso, tamanho e especificação.

4 - Desorganização

A empresa precisa adotar hábitos e políticas de organização para a construção de um inventário mais organizado. O levantamento incompleto de bens e produtos sempre será comprometedor.

Obedecer às principais exigências de organização como datas, prazos de entrada e saída, datas do recebimento da mercadoria, data da venda e entrega e entre outras informações são fundamentais para evitar a desorganização.

A ausência de um sistema digital automatizado para integrar as informações pode elevar ainda mais os riscos de acontecer desorganização e desvio de padrão.

Conclusão

Neste artigo apresentamos os principais erros que precisam ser evitados pela empresa e corporações de grande porte no processo de levantamento e organização de estoques. Vale a pena a empresa revisar seus processos e sistema de gestão de bens e produtos.

Gostou deste conteúdo? Conte-nos nos comentários. Sugestões de novos temas para abordarmos aqui em nosso blog também são bem-vindas.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: