Gestão de Fornecedores: 3 erros comuns e como evitá-los

A gestão de fornecedores é uma das áreas mais estratégicas de uma empresa.

É importante compreender as questões de administrar e controlar os relacionamentos com seus canais de fornecimento, buscando o estabelecimento de bases para avaliação das melhores parcerias.

Sabemos da importância das bases de fornecimento para a geração de força competitiva de uma empresa, porém, não somente os preços mais baixos pelos insumos e mercadorias são o principal fator de decisão.

Outros fatores como qualidade, prazo e valor na entrega estão entre os tópicos que justificam a escolha de um fornecedor que sirva de base para a organização.

A gestão de fornecedores

O ato de gerir está relacionado com o controle de condições, capacidade de resposta e de geração de valor para o processo de relacionamento entre a empresa que compra e a que entrega os insumos e mercadorias necessárias para as etapas de produção e vendas.

Essa atividade tem gerado cada vez mais força estratégica nas corporações que procuram pelo sucesso no mercado. Muitas marcas e instituições procuram a valorização da gestão de cadeias de fornecimento para adequar da melhor forma a matéria-prima visando atender de forma qualitativa os seus clientes.

A estratégia necessária

A gestão desse tipo permite ações necessárias para adquirir os melhores preços e prazos, visando redução de custos e geração de vantagem competitiva.

Vantagens da Gestão de Fornecedores bem feita

Entre as principais vantagens de uma boa Gestão de Fornecedores podemos destacar:

  • Reduz perdas em processos e produtos;
  • Elimina as falhas;
  • Adoção de metas ousadas;
  • Mais segurança para o cumprimento de prazos.

3 erros comuns na Gestão de Fornecedores e como evitá-los

Alguns erros podem ser cometidos durante o processo de Gestão de seus Fornecedores que podem comprometer os resultados, confira os 3 mais comuns e fique atento:

1 – Ausência de Avaliação periódica

Considerando determinada periodicidade, a empresa precisa realizar reavaliação do fornecedor para verificar condições contratuais referentes a prazos, qualidade e nível de acesso a produtos e serviços.

Em muitos casos, poderão ser abertos reavaliações para analisar a conformidade dos produtos entregues e outros fatores como prazos e agilidade.

Em outros casos, quando o fornecedor não cumpre o prometido, poderão perder pontos e serem cancelados da lista de cadastro das empresas compradoras.

2 – Não ter o escopo do fornecimento contratado

A empresa ao realizar a compra com seus fornecedores pode cometer o sério erro de não ter escopo do fornecimento, é importante assinar contratos com informações detalhadas que validam os direitos e deveres de todos os envolvidos.

3- Não saber negociar com fornecedores

É necessário saber negociar com os fornecedores, incluindo condições de pagamento e outras questões como parcelamento, data de faturamento, serviços agregados, bonificações por quantidade, assistência técnica e outros fatores que poderão beneficiar a empresa.

Lembremos que no “balcão do fornecedor” existirá um representante ou vendedor ávido por conquistar o cliente e manter a venda.

Atualmente, o mercado tem atravessado por intensas mudanças, desafios e a necessidade de reduzir custos mantendo a qualidade, fatores que elevam a capacidade de venda e compra de insumos e produtos, ter uma boa Gestão de Fornecedores, pode fazer toda a diferença na sua empresa.

Leia também: Os 9 Erros mais comuns da Logística Empresarial

Assine nosso blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: