Como está o Turnover da sua empresa? Entenda este índice e saiba controlá-lo

O Turnover quando apresenta um índice alto é uma das preocupações que a logística possui em uma organização. Esse termo é utilizado para indicar a taxa de rotatividade que uma empresa apresenta quanto aos seus funcionários. Isso é um grande desafio para qualquer organização, pois pode prejudicar sua produtividade e até os custos com rescisões.

A alta rotatividade pode fazer com que a organização dos estoques seja prejudicada. A entrada e a retirada das mercadorias pode sofrer um retardo. Os produtos podem ser armazenados de forma errônea.

Alterações precisam ser feitas e estão sendo implementadas como uma solução. Primeiramente, a gestão de pessoas, em segundo, o investimento e a utilização de recursos tecnológicos para que as atividades sejam desempenhadas. Máquinas já estão assumindo funções operacionais que existem nos depósitos.

Um ótimo exemplo disso é a Amazon que utiliza inteligência artificial nos estoques e já é considerada uma das empresas com maior organização e importância no supply chain e setor de varejo. As máquinas desempenham os serviços, aprendem suas funções sozinhas e executam as atividades com mais segurança.

Cálculo do Turnover

De forma geral, para realizar o cálculo do Turnover de certo período é necessário somar a quantidade de colaboradores que foram admitidos com a quantidade de funcionários que foram demitidos. Em seguida, pega-se o resultado dessa soma e realiza a divisão por dois.

A seguir, faz a divisão do total de colaboradores que a empresa possui e faz a multiplicação por 100. A fórmula é a seguinte:

Turnover = ([nº dos colaboradores admitidos + nº dos colaboradores demitidos]/2)/ total dos funcionários da empresa * 100

Imagine que uma empresa realizou a admissão de 10 funcionários, mas 14 foram demitidos. Seu total de colaboradores é 150. Realizando o cálculo temos que:

[10+14]/2=12

12/150=0,08

0,08*100=8%

Problemas que podem surgir por causa do turnover alto

Caso o índice encontre-se acima do patamar que é considerado ideal alguns problemas podem surgir na empresa como:

  • Motivação profissional reduzida
  • Remuneração abaixo da média
  • Má infraestrutura ou condições de trabalho que não são boas
  • Má gerenciamento das pessoas

Para que nada disso aconteça o gestor precisa fazer uma investigação detalhada com o intuito de entender o que tem motivado a alta rotatividade. A partir desse entendimento será possível buscar por uma solução.

Turnover e a logística

O gestor de logística precisa ficar atento a vários pontos para que a taxa de rotatividade dos funcionários não fique alta. Realizar treinamento com os funcionários, oferecer acompanhamento durante as atividades, realizar reuniões periodicamente com a equipe para que a produtividade e a qualidade sejam mensuradas, realização de novos treinamentos.

Esses são apenas alguns pontos que o gestor de logística precisa ter atenção. Afinal, aspectos que tenham relação com o desempenho dos funcionários não deve ser a única preocupação. As condições de trabalho e o clima organizacional também são de vital importância. As possíveis causas da alta rotatividade na logística podem ser:

  • Remuneração abaixo do mercado
  • Suporte organizacional inexistente
  • Recrutamento e seleção mal realizados
  • Infraestrutura com pouco investimento
  • Ausência de sistemas que busquem facilitar o trabalho realizados pelos colaboradores.

Conclusão

Nesse último caso, uma forma de evitar o turnover é fazendo uso da tecnologia, o que eliminaria o retrabalho. Verificar o clima organizacional, investir na infraestrutura, oferecer suporte aos colaboradores são algumas ações que podem ser tomadas na cadeia de suprimentos.

Leia também:

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: