4 passos para calcular a viabilidade financeira do seu negócio

É fundamental estudar a viabilidade financeira do negócio e da empresa em diferentes ciclos de projeto de mercado.

Lembramos que esse tipo de análise é um tópico muito presente nas relações de mercado e no projeto inicial de empresas e produtos.

É fundamental fazer estudos precisos para conhecer a empresa, o mercado e os fatores concorrenciais.

Neste artigo falaremos mais sobre esse dado econômico tão importante para a estruturação de um negócio.

Estudando a viabilidade financeira

Inicialmente, é importante que o empreendedor e o investidor tenham a certeza da necessidade de se fazer projeções realistas para o plano de negócios e para o projeto da empresa.

Cada projeção deve calcular corretamente os custos, despesas e investimentos dentro de conjunto corretos de avaliação realista. Os cálculos precisam ter proporções similares em relação ao capital, aos custos, despesas e demais gastos envolvidos no projeto.

Pode ser difícil tomar uma decisão certa entre mais de um projeto, principalmente, quando a empresa possui tempo e dinheiro somente para investir num único tipo de projeto.

O valor do investimento

O investimento pode ter o seu valor determinado pelo valor financeiro (a grana que ele precisa que ele poderá gerar) e geração de valor (qual solução o projeto e o negócio apresentarão para o cliente e para os parceiros de mercado).

Lembramos que o investimento é referente à aplicação de capital visando a obtenção de lucro em determinado prazo.

Os quatro passos para estudar a viabilidade financeira

A seguir apresentamos os quatro principais passos para orientar a avaliação de um projeto de negócio.

1 - Projeção de receitas

Em primeiro lugar é importante começar estudando o mercado, identificando o nível de aceitação do mercado, posteriormente, faça uma projeção de receitas com alta expectativa e com projeções realistas.

Considere também as possíveis oscilações da receita, oportunidades e ameaças de mercado.

2 – Estude os custos, despesas e investimentos

Como falamos no início do artigo, é fundamental estudar os custos, despesas e investimentos que o negócio precisará.

É importante saber quantificar o investimento inicial em máquinas e utensílios, o custo com a contratação de trabalhadores, com o investimento em marketing (divulgação) e entre outros setores de sua empresa.

Saiba que, no futuro, a empresa poderá necessitar fazer reinvestimento para manutenção de mercado consumidor e ampliação do guarda-chuva de produtos.

3 - Projeção de fluxo de caixa

Mesmo que a empresa ainda esteja em seu processo inicial de criação, é importante calcular a projeção do fluxo de caixa. Podemos definir o fluxo de caixa como a diferença entre as projeções das receitas e das despesas.

4 – Análise de indicadores financeiros

É importante ficar atento às análises de indicadores do projeto do negócio. Essa análise permite estimar o lucro e poder identificar o intervalo de tempo que o capital investido será recuperado (ponto de retorno).

Portanto, esses passos iniciais serão fundamentais para garantir o sucesso da empresa e dos planos de negócio para permitir o crescimento da empresa e uma boa gestão financeira.

Conheça também os 3 métodos de avaliação mais utilizados no mercado através da Consultoria Deverhum.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: